• No products in the cart.
Proceed to Checkout

No Entrudo come-se tudo…

No Entrudo come-se tudo…

O antigo Entrudo português – caceteiro e ofensivo, avinhado e licencioso, tinha um dito relacionado com a comida: “No Entrudo come-se tudo”.

Mas no Entrudo, não tem lugar o peixe, que segundo a sabedoria popular não puxa carroças, e nesta quadra festiva há sempre carroças a puxar, algumas bem pesadas por sinal.

No carnaval, é tradição comer-se as feijoadas, o cozido à portuguesa, todos pratos à base de enchidos e carne de porco, bem consistentes.

E para acompanhar uma refeição de carnaval nada melhor que um espumante tinto, com boa acidez capaz de cortar a gordura das carnes, mas com corpo suficiente para não se deixar ofuscar pela opulenta comida.

Sugerimos o Espumante Tamariz Tinto Meio Seco, da casta vinhão. Vermelho acentuado com bolha fina e com cordão persistente apresenta notas de frutos vermelhos algo compotadas, associadas a ligeiro vegetal. No paladar revela-se macio, bem estruturado, com acidez moderada e com final volumoso e cheio.

No final da refeição uma aguardente de Vinho Verde velha, com mais de 10 anos de estágio em barrica, é uma excelente sugestão. Quinta do Tamariz aguardente velha VSOP.

Tenha um bom carnaval!

Follow us!Facebooklinkedinrss
ShareFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

sixteen − 12 =

Scroll to top